Administração
+55 41 3420 3526

Comercial
+55 41 3420 3515

Fiscal
+55 41 3420 3561

Operacional
+55 41 3420 3583

RH
+55 41 3420 3577

Siscomex
+55 41 3420 3528

Porto de Paranaguá terá base de prontidão ambiental

Um convênio técnico operacional firmado entre a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) e a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Paranaguá e da Universidade Estadual do Paraná (Funespar), prevê a criação de uma base de prontidão especializada no resgate e na despetrolização da fauna em caso de acidentes ambientais na área do complexo estuarino da baía de Paranaguá.

 

O convênio, no valor de R$ 3,2 milhões – a serem repassados à Funespar ao longo de 60 meses – prevê a implantação de uma disciplina no curso de biologia para formar os profissionais que atenderão a este convênio. A base de prontidão será montada dentro do cais, na área primária do porto. O dinheiro do convênio será utilizado também para montar a infra e superestrutura de atendimento de emergências, como a aquisição de embarcações, veículos de apoio terrestre, materiais e contratação de mão de obra especializada, como veterinários.

 

Controle reduz tempo de espera e custo do frete para Paranaguá

Duas grandes obras estão previstas para melhorar a condição do Pátio de Triagem de caminhões do Porto de Paranaguá. Uma delas, já licitada no valor de R$ 2,4 milhões, prevê a melhoria das condições de tráfego no acesso, buscando reduzir o entrelaçamento de fluxos e interferências com a construção de uma via marginal de acesso ao Pátio de Triagem. O processo está aguardando autorização da Antaq para ser iniciado.

 

A segunda obra é referente à ampliação do Pátio de Triagem. Uma área lateral foi desapropriada e, com isso, será possível duplicar a capacidade de recebimento de caminhões. Hoje, o Pátio conta com mil vagas estáticas. Com a ampliação, a área poderá receber até dois mil caminhões.

 

Cais de inflamáveis do Porto de Paranaguá será revitalizado

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) deu início ao processo licitatório para contratação de projeto executivo que revitalizará o cais de inflamáveis do Porto de Paranaguá. O teto estabelecido foi de R$ 1,7 milhão.

 

Construído na década de 1940, o cais de inflamáveis sofreu algumas intervenções como manutenção e recuperação de alguns trechos. No entanto, por se tratar de uma estrutura tão antiga e que não passou por recuperação mais profunda. O cais de inflamáveis do Porto de Paranaguá é composto por um píer e dois berços de atracação, um interno e outro externo. A estrutura é utilizada pela Transpetro, União Volpak, Cattalini e CPA. A estrutura é fundamental para o escoamento e importação de óleo vegetal, etanol e combustíveis para atender Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Assessoria de Comunicação
imprensa@cattaliniterminais.com.br