Administração
+55 41 3420 3526

Comercial
+55 41 3420 3515

Fiscal
+55 41 3420 3561

Operacional
+55 41 3420 3583

RH
+55 41 3420 3577

Siscomex
+55 41 3420 3528



A honestidade é aquele princípio que trazemos de casa, da nossa origem e que está dentro de cada um. Ser honesto é sempre fazer o certo, independente da situação.

Veja algumas respostas de nossos colaboradores:

Willian Veiga – Balanceiro Jr: “A honestidade torna-se concreta através de palavras e dos atos. Ser fiel aos seus princípios e valores, para não perder a si mesmo”.

Letícia Agostinho da Rosa – Analista de Rh: “No meu ponto de vista a honestidade é um valor fundamental na vida de todos, no qual as pessoas honestas constroem credibilidade e passam confiança”.

Juliano Martins Honorato da Silva – Operador Jr: “Ser honesto no meu ver não diz respeito apenas a não roubar ou não prejudicar a carreira do outro colaborador. Ter essa virtude significa realizar suas atividades com excelência, além de não mentir e enganar o outro, respeitar os colegas de trabalho, não repassar informações confidenciais e usar todo o seu potencial em prol do crescimento da empresa. Um profissional honesto é bem visto no meio corporativo, transmite confiança e constrói sua própria credibilidade”.

Samil Caprine Junior – Encarregado de Segurança: “Ser honesto é a base de todos as nossas ações. Honestidade, sinceridade e verdade caminham juntas na direção da nobreza do ser”.

Roberto Picanço Caetano – Coordenador de Balança: “Honestidade é a qualidade ou caráter de honesto. Característica do que é decente, do que tem pureza e é moralmente irrepreensível”.

Daniel Zukovski – Analista Gestão da Qualidade: “A honestidade em uma organização empresarial está baseada em aceitar os erros que cometemos, em não atribuir responsabilidades a outras pessoas quando são nossas, em não se apropriar dos ativos ou capital da empresa e reportar sempre que encontramos evidências sobre fraude ou corrupção dentro da organização”.

Tarcísio dos Santos Alves – Operador Sr: “Honestidade pra mim é o caráter de ser uma pessoa verdadeira, que não gosta de mentiras e de enganar as pessoas. Nós, como brasileiros que somos, deveríamos não utilizar mais aquela frase do ‘jeitinho brasileiro’, porque parece uma falha de caráter”.

Wilson Luis Bubula - Encarregado de Turno: “Honestidade é fazer o certo mesmo que alguém não esteja olhando”.

Wilian Ramos dos Santos – Balanceiro Jr: “Honestidade é ser verdadeiro, não importando as consequências que esse ato trará”.

Reinaldo Pereira Fernandes – Agente de Segurança: “A honestidade é ser verdadeiro consigo e com outras pessoas. É fazer algo que as pessoas acreditem, com isso mostrando outros adjetivos, como educação, respeito e disciplina”.

Erik Alves Wodelius – Agente de Segurança: “Entendo que a honestidade deve ser algo que devemos praticar dia a dia, primeiramente com nós mesmos, nas nossas atitudes, maneira de pensar e agir, pois ser honesto, é uma questão de princípios, o que não quero para mim, não quero para os outros. Pensar que, se eu fizer isso, não vou prejudicar alguém ou alguma instituição, lesar o sistema e consequentemente muitas pessoas, etc. Honestidade, questão de um caráter sarado e um pensamento sadio!”.

Gerson Alves Meneses Silva – Aprendiz: “Pode-se dizer que honestidade, hoje, é sinônimo de raridade, pelo menos na nação em que vivemos, uma prova disso, é aquela famosa frase ‘o jeitinho brasileiro’, que tem um engajamento humorístico, e ao mesmo tempo negativo, que representa na maioria das vezes a falta de honestidade de um cidadão brasileiro. Tanto no meio profissional quanto pessoal, a honestidade é necessária, o mais engraçado disso tudo, é que enquanto um cidadão reclama da corrupção governamental, simultaneamente tá furando a fila da padaria. Acredito que hoje, o principal inimigo da honestidade é a hipocrisia, habitada na atitude de grande parte dos brasileiros”.

Bruno Marcel da Luz Santos – Coordenador de Logística: “Honestidade é fazer o correto sempre, independente de se alguém vai ver ou saber. É não pensar em seu benefício próprio e sim no que é correto. Honestidade não tem preço, tem valor. No meu caso ser honesto não é opção é naturalmente obrigação”.

Marcelo Schneider – Balanceiro Sr: “É uma obrigação de todos”.

Tiago Lucas Barbosa – Assistente de Logística: “Honestidade é um valor humano admirável”.

Decio Alves de SousaAgente de Segurança: “Quem é honesto repudia a malandragem e a esperteza de querer levar vantagem em tudo”.

Sandro Rocha – Operador Jr: “A honestidade é a consciência da importância da verdade, representa a responsabilidade de ser justo em todos os momentos da vida e assim agindo sempre corretamente”.

Alessandro de Felix Lameck – Operador Pl: “A honestidade é a base moral e de caráter de cada indivíduo num todo. Sem honestidade não há confiança. As duas andam juntas!”

Luiz Sergio Nepomuceno Correia – Agente de Segurança: “Atributo de quem apresenta probidade, honradez, segundo certos preceitos morais e socialmente válidos”.

Marcelo Agari Algodoal Filho – Aprendiz: “Ser honesto é viver a verdade!”.

Marcio Roberto Stieglitz – Encarregado de Manutenção: “A honestidade é uma das nossas maiores riqueza, não tem preço! Vem da nossa educação!”.

Nicelia Maria da Silva Lopes – Auxiliar de Limpeza: “Pra mim ser honesto é o mesmo que ser transparente! É se deixar olhar o seu interior sem que isso te constranja, demonstrando integridade e lealdade com aqueles ao seu redor!”.

Assessoria de Comunicação
imprensa@cattaliniterminais.com.br