Administração
+55 41 3420 3526

Comercial
+55 41 3420 3515

Fiscal
+55 41 3420 3561

Operacional
+55 41 3420 3583

RH
+55 41 3420 3577

Siscomex
+55 41 3420 3528

A Filarmônica Antoninense precisou adaptar toda a sua estrutura para garantir a continuidade de suas ações no período de pandemia e manter a segurança dos alunos, professores e funcionários

(Foto tirada antes da pandemia) 

Uma das escolas de música mais tradicionais do Paraná, a Filarmônica Antoninense, completou 45 anos de existência no último domingo (30). Com dois grupos musicais em atividade, a Banda Sinfônica Filarmônica Antoninense e a Filarmônica Orquestra Show, a escola possui polos de educação musical na Zona Rural de Antonina e em Paranaguá, onde estudam 50 alunos atualmente.

Para o presidente da Filarmônica Antoninense, o maestro Renan Gabriel Pinheiro Gonçalves, comemorar o aniversário da entidade representa a construção de um sonho e da solidificação de uma cultura. “Poucos lugares no Brasil obtiveram tamanho êxito, formando músicos, oportunizando o aprendizado e aperfeiçoamento musical de crianças e jovens. De 1975 até 2020 são milhares de histórias, de pessoas envolvidas, de aplausos, de aulas, de ensaios, de espetáculos. A cada dia existe uma renovação”, avaliou.

Depois de 45 anos atuando exclusivamente com encontros presenciais, a Filarmônica Antoninense precisou adaptar toda a sua estrutura para garantir a continuidade de suas ações no período de pandemia e manter a segurança dos alunos, professores e funcionários. A escola acompanha as orientações da Secretaria de Educação e reorganizou o calendário pedagógico de modo que os 4 períodos letivos fossem redistribuídos ao longo do restante do ano.

“Fizemos um levantamento com todos os alunos, em Antonina e Paranaguá, para saber as possibilidades de acessibilidade de cada um, uma condição importante para projetos como o da Filarmônica Antoninense. Buscamos saber se os alunos possuíam acesso à Internet; um celular; computador e muitas outras questões. Com base nesses dados, traçamos uma estratégia com a equipe pedagógica para minimizar o impacto social e psicológico nos estudantes”, explicou o maestro.

Atualmente, os alunos tem acesso privado às videoaulas pelo Youtube, recebem gratuitamente apostilas feitas especialmente para este período e usam o Whatsapp para agendar os atendimentos para correção e sanar dúvidas com os professores.

“O apoio da Cattalini tem sido essencial para que as atividades possam continuar. Não teríamos a possibilidade de manter o atendimento de forma remota para nossos alunos se não fosse por meio desta parceria. Desde a impressão das apostilas, até a gravação das videoaulas, dos salários dos professores, aos serviços de manutenção. Tudo só tem sido feito por conta desse apoio”, declarou o presidente da entidade.

Segundo ele, ainda para 2020 estão sendo preparadas muitas novidades, entre elas, ampliar o número de vagas. “Estamos planejando a oferta de mais vagas ainda este ano, uma vez que com aulas remotas, não ficamos tão limitados quanto aos aspectos físicos de espaço. Minha mensagem aos alunos é que não desistam, sobretudo, que não desistam da música, dos estudos e dos seus sonhos. Nós, professores estamos com saudade e queremos todos bem no retorno às atividades. Lavem bem as mãos, usem máscaras e, se possível, fiquem em casa. Fiquem bem!”, finalizou.

Assessoria de Comunicação
imprensa@cattaliniterminais.com.br