Administração
+55 41 3420 3526

Comercial
+55 41 3420 3515

Fiscal
+55 41 3420 3561

Operacional
+55 41 3420 3583

RH
+55 41 3420 3577

Siscomex
+55 41 3420 3528

"Com esse projeto, a Cattalini Terminais Marítimos está dando o seu exemplo. Fico muito feliz com essa parceria e espero que tenhamos as mãos entrelaçadas para outras”
Diretor-Presidente do Fundepar, José Maria Ferreira

A Cattalini Terminais Marítimos vai construir salas de aula na Ilha do Teixeira, localizada na Baía de Paranaguá, a cerca de 30 minutos de barco do continente. A nova estrutura será, na avaliação da Chefe do Núcleo Regional de Paranaguá, Clarisse Ubessi, uma nova escola na localidade. Hoje, 37 alunos do Ensino Fundamental II, com idades entre 11 e 14 anos, assistem as aulas em uma sala emprestada pertencente ao município.

“Os maiores beneficiados desse processo são os alunos e eles precisam realmente dessa nova escola. A Cattalini está fazendo uma boa ação não apenas para esses estudantes, mas para as futuras gerações. A nova estrutura poderá ofertar a Educação de Jovens e Adultos (EJA), evitando que os alunos precisem se deslocar até Paranaguá para concluir o Ensino Médio. Com essas novas salas, acredito que mais alunos poderão ser acolhidos e também outros poderão voltar a estudar”, declarou.

Atualmente, em função desse arranjo com a sede da escola municipal, as aulas da rede estadual começam às 16 horas e alguns alunos só chegam em casa às 23 horas, em função do deslocamento. “É uma situação inconcebível e com essas salas a vida dos alunos vai melhorar e muito”, completou a chefe do Núcleo de Educação.

A assinatura do convênio entre a empresa e o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) aconteceu nesta semana, em Curitiba, e contou com a presença do pescador Antônio de Paula Xavier, que será o responsável pela organização da mão-de-obra local. Junto com outros moradores da ilha, Xavier vai erguer a estrutura da nova escola. Hoje cerca de 35 famílias vivem no local e dependem essencialmente da pesca.

“Todos nós agradecemos muito pela construção dessas novas salas e estamos gratos por essa parceria com a Cattalini. Hoje os alunos ficam empilhados na sala e saem tarde da aula. Agora nos sentimos vitoriosos com essas melhorias que estão por vir”, destacou.

Segundo Diretor-Presidente do Fundepar, José Maria Ferreira, com esse projeto, a Cattalini Terminais Marítimos está dando o seu exemplo. “Ao participar das demandas da comunidade, a empresa apresenta um exemplo muito positivo. Essas salas de aula vão facilitar a vida dos alunos que, com o novo espaço, terão mais dignidade e conforto, incentivando que mais estudantes frequentem as aulas. Fico muito feliz com essa parceria e espero que tenhamos as mãos entrelaçadas para outras”, considerou.

O investimento aplicado na construção da escola será de cerca de R$ 100 mil e representa mais uma das ações da empresa dentro do seu Programa de Responsabilidade Socioambiental.

“Este projeto foi um compromisso que iniciamos com a professora Selma Camargo Meira, quando ela era chefe do Núcleo Regional de Educação e que hoje vemos sendo iniciado efetivamente. Essas salas de aula representam a importância que a empresa dá ao desenvolvimento da educação”, frisou Fábio Martins Jorge, representante da Cattalini Terminais Marítimos. A previsão é que a escola fique pronta até o final de dezembro deste ano.

Assessoria de Comunicação
imprensa@cattaliniterminais.com.br